terapia cognitiva comportamental & psicodinâmica





5.4.15



Em que consiste a intervenção em psicoterapia com abordagem Cognitivo Comportamental?



A Terapia Cognitivo-Comportamental é uma ferramenta que possibilita ao indivíduo perceber o que pensa sobre si mesmo, sobre os outros e, em última análise, sobre o mundo. Permite também compreender que os pensamentos têm efeitos diretos sobre o que sentimos e o que fazemos.


A principal diferença da técnica Cognitivo-Comportamental em relação a outras terapias é que se concentra em trabalhar e agir sobre os problemas e dificuldades do presente e não tanto em mergulhar no passado e suas possíveis causas.


Esta abordagem, além disso, é hoje uma alternativa eficaz, nos seus estágios iniciais, nos tratamentos de ansiedade ou depressão. O tratamento psicológico não representa qualquer risco para a saúde ou tem efeitos colaterais indesejados a curto, médio ou longo prazo.





Em que consiste a intervenção em psicoterapia com abordagem Psicodinâmica?



A Terapia Dinâmica é uma maneira de entender a existência de conflitos emocionais, de cariz inconsciente e psicossexual. Estes conflitos situam-se no inconsciente, dado que se constituem como inaceitáveis para a moral ou a autoestima consciente do individuo, o que inevitavelmente afeta a forma de sentir e o comportamento.


O principal foco da técnica Psicodinâmica consiste em diminuir os efeitos indesejáveis dos conflitos ao torná-los conscientes. Nesse sentido, promove a identificação da sua origem, o reconhecimento da expressão desadequada das emoções e a compreensão dos significados dos comportamentos atuais.


Assim, o processo terapêutico consiste no amadurecimento do individuo e até numa completa restruturação da personalidade, concentrando-se no trabalho e atuação sobre os problemas e dificuldades do presente mas com o foco na origem, no passado e suas possíveis causas.